La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / NÃO CHORES.

 Imprimir  Recomendar
  [C:220640]

Embora a dor me impeça de gritar ou chorar
Maravilhoso é ouvir o suave murmúrio de tua voz.
Que horrível é esse cárcere!

Sinto que o meu pensar
Está a me escapar
E tudo mais.

Custa-me dormir.
Levantar-me e até respirar.
Contudo, mesmo assim, aqui ao meu lado estás.

Um pouco de ânimo me invade
Por sentir o teu perfume.
Por favor, acerca-te um pouco mais.

Sabes, exauri-se o meu viver.
No entanto, antes quero te dizer Eu te amo!
E não há como precisar esse amor.

Por tudo, muito obrigado, anjo meu.
Prometeste e tens que cumprir - Não chores!
Por favor, carinho não chores.

Escuta-me quando te puseres a olhar: a lua, as estrelas, o mar e tudo mais que juntos aprendemos a admirar Lembra-te de mim, meu coração, sempre a repetir que meu amor é bem maior que o infinito, que o mar - que para sempre será.

Recordo que ao me ouvir, tu te rias lindamente.
Lembro-me do teu rosto rubro e desconfiado, mas encantador, a me dizer:
"Não creio".
Todavia, acredita-me, amor meu jamais te esquecerei, ainda que...

Prometeste, por favor, não chores!
Olha o céu, que lindo está!
E este teu perfume, gostoso como uma brisa soprada pelo mar, comigo vou eternamente guardar.

Texto agregado el 10-07-2006, y leído por 137 visitantes. (0 votos)


Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]