La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / AS PALMAS.

 Imprimir  Recomendar
  [C:334505]

Balouçam-se

Em farfalhar altaneiro,

Vaidosas palmas.

Ao bel sabor dos ventos.

Encantadoras de olhos,

Num sego admirar.


Em envergadura altiva

Lusco-fuscas palmeiras,

Retas, num inclinar polido.

Admiráveis!


As palmas, no entanto,

Não são para essas.

Mas, ainda assim, curvam-se.


Enquanto, ao bel sabor dos ventos,

Vaidosas palmas em farfalhar altaneiro

Balouçam-se sob as palmas.


Contudo, há justeza!

Definindo o real significado dos enigmas, in natura.

Não obstante, há que se bem observar.


Ou se perderá a importância de toda composição.

E seguiram os olhares que nada vêem, encantados,

Pelo farfalhar ruidoso da vaidade, ostentado pela

ilusão.

Texto agregado el 30-01-2008, y leído por 120 visitantes. (0 votos)


Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]