La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / A SONATA

 Imprimir  Recomendar
  [C:234594]

Tic, tac... Tic, tac... Tic, tac…
Faz o despertador nas minhas horas de triste solidão
Fico a observá-lo, ouvindo-o em sua ritmada atuação.
Tic, tac... Tic, tac... Tic, tac…

Tento acompanhá-lo, mas as batidas do meu coração
Em descompasso não permitem seguir, apenas ouço-os
No silêncio assim em sincronizada exteriorização
Tic, tac... Tum, tum... Tic, tac... Tum, tum, tum..

A aparte como mero espectador deste prelúdio
Composto por um despertador e um coração
Em silêncio percebo a harmonia de distintos seres,
Sempre alertas, junto a mim no isolamento da madrugada.

Contrito, testemunho, bela e harmônica composição.
Excêntrica não fala de amor e tampouco de dor.
Compõe-se somente da singular mescla do
Tic, tac... Tum, tum... Tic, tac... Tum, tum,

Cativo este espírito romântico e sonhador
Passível emociona-se com a hilária sonata
Do coração solitário com o incansável despertador
No mais ritmado Tic, tac... Tum, tum... Tic, tac... Tum, tum,

Faz a hora.
E o amanhecer a se despertar.
Na mente a hilariante recordação da sonata
Na escuridão de uma madrugada fria e solitária.

Com a claridade a suprir o todo e a sedução,
Eis que me veio a excepcional inspiração
Cadenciada por um Tic, tac... Tum, tum...
Tic, tac... Tum, tum, tum... Tic, tac… tum…

Texto agregado el 05-09-2006, y leído por 118 visitantes. (0 votos)


Lectores Opinan
2006-09-05 16:43:52 marica , nesecito traductor , fala portugues . maovelex
 
Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]