La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / ANJO GUARDIÃO.

 Imprimir  Recomendar
  [C:409729]

Que me perdoe àquele que diz:

Quero ter um milhão de amigos...

A mim me bastaria apenas um amigo,
Um que possa me refugiar em seu peito quando o medo da solidão tomar de assalto a minha alma,
Que compartilhe comigo os momentos tristes e que desfrute, também, dos meus instantes de contentamento;
Que me fale às verdades quando em mentiras eu vir a acreditar;
Com o qual eu possa rir ou chorar pelo caminho, ou sob as águas de março.

Amigo, entre as amizades distingue-se o verdadeiro pela sintonia e reciprocidade de sentimentos, é aquele para o qual se costuma dizer:
Tu és mais..., és para mim como um irmão, seguramente, tu és meu Anjo Guardião!

Texto agregado el 18-06-2009, y leído por 116 visitantes. (1 voto)


Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]