La Página de los Cuentos
Tu comunidad de cuentos en Internet
[ Ingresa
|
Regístrate ]

Menu
Home
Noticias
Foro
Mesa Azul
Eventos
Enlaces
Temas
Búsqueda

Cuenteros
Locales
Invitados


Inicio / Cuenteros Locales / hibrida / SEMENTES HUMANAS.

 Imprimir  Recomendar
  [C:493717]

São elas, sementes distintas das demais, inclusive dentro da própria espécie!

À primeira visão, por alguns pontos de semelhanças, equivocadamente, são tomadas umas pelas outras, ao ponto de se dizer: - É tudo igual!

Todavia não, e não são necessárias análises profundas, embora, algumas singularidades sejam ocultas ou particulares, contudo, é preciso que sejam entendidas em si e como únicas - o que realmente são, cada uma dessas sementes. Visto que só assim se torna compreensível que algumas se volvam prontas em determinado momento, às vezes prematuramente, e outras obedecendo à particularidades, tardam um pouco mais, independentemente de todo cuidado, e preocupação, e ansiedade do lavrador; para cujas situações o tempo tem ampla aplicação, quer em se tratando de prematuridade, retardo, desenvolvimento de habilidades ou correção de vícios.

Assim considerando, que se chore, pelas sementes que não germinaram, como por àquelas que em simbiose, atendendo as próprias inclinações se deixaram afogar em ervas daninhas!

Em havendo convicção de que foram observados os preceitos para o cultivo responsável, qual a razão para culpas...?

As sementes humanas são distintas das demais e aquelas umas das outras e, por conseguinte, devem ser compreendidas como individualidades O que somos nós os humanos, ademais somos ainda dotados de razão, o que nos garante o poder de escolha.

Então, se somos estas sementes ou individualidades dotadas de razão e do poder de livre escolha, compreendamos também que cada de um, de nós, é passível de responsabilização e o quanto das nossas ações ou omissões, quer direta ou indiretamente, a resposta para o questionamento.

Perturbação que não raro nos oprime ao ponto de nos sentirmos responsáveis por tudo e por todos, ou nos estimulando a declinar das obrigações e responsabilidades assumindo-nos tão somente como frutos do meio, ponderemos... Se somente assim compreendermos, estaremos fadados a renunciar a condição de Homem, sem, contudo, retroagir a condição de animal inferior, mas, submetendo-nos a mera condição de estacionários, dependentes e manipuláveis!

Texto agregado el 08-02-2012, y leído por 134 visitantes. (0 votos)


Para escribir comentarios debes ingresar a la Comunidad: Login


[ Privacidad | Términos y Condiciones | Reglamento | Contacto | Equipo | Preguntas Frecuentes | Haz tu aporte! |
]